A ampliação da Copa Sindilegis para filiados de Brasília também foi defendida pelos participantes


O frio em Canela (RS) não espantou o pique dos participantes no segundo e último dia do Encontro de Coordenadores e Representantes Regionais do Sindilegis 2017 (Ecore). Nesta quarta-feira (13), a reunião focou na organização da próxima Copa Sindilegis, bem como no 6º Conlegis que ocorrerá em dezembro.

Os participantes apresentaram uma série de sugestões de mudanças na Copa para aprimorá-la ainda mais. Entre elas, a inclusão nas competições de servidores da Câmara, do Senado (inclusive lotados nos estados), da sede do TCU e dos tribunais de contas estaduais e municipais.

O diretor esportivo do Sindilegis, Alison Souza, comentou que todas as propostas são bem-vindas e que a Diretoria irá analisar uma a uma: “Sempre temos que levar em consideração uma série de fatores para a tomada de decisões, como estrutura da cidade, clima e orçamento”.

Já em relação aos próximos Ecores, a principal sugestão foi a realização de videoconferência prévia para se discutir e definir a pauta. Isso garantiria um maior aproveitamento de tempo para debater os temas realmente prioritários para os representantes e coordenadores regionais.

A diretora do Sindilegis, Simone Barbosa, enfatizou a importância do Ecore e seu formato em dois dias: “Esse Encontro é o momento que representantes e coordenadores podem cobrar a atuação da Diretoria e colocar os seus anseios em pauta. E para nós da diretoria mostrarmos o que temos feito”.

Para o presidente do Sindilegis, Petrus Elesbão, o saldo do Ecore 2017 foi de extrema riqueza e importância para um melhor entrosamento com os servidores nos Estados. “Reitero que o Sindicato está sempre aberto para dialogar com a categoria”, apontou.

Paulo Martins, vice-presidente do Sindilegis, enalteceu o papel da Copa na integração dos servidores: “É uma grande iniciativa do Sindilegis e é por isso que defendo a ampliação do evento para Câmara, Senado e TCU-sede, respeitando, é claro, o orçamento aprovado em Assembleia”.

Conlegis

Previsto para ocorrer entre os dias 2 e 3 de dezembro deste ano, o 6º Conlegis (Congresso dos Servidores do Poder Legislativo Federal e do Tribunal de Contas da União) foi a última pauta abordada no Encontro de 2017.

Os diretores do Sindicato explicaram o que ficou definido na Assembleia Geral Extraordinária que debateu o regulamento do Congresso, em 28 de agosto (confira a matéria aqui).

Foi acordado entre a diretora de Integração Regional do Sindicato e os representantes que haverá uma reunião posterior para a definição dos cinco delegados que participarão do Conlegis.

Saldo positivo

A representante de Sergipe, Lândia Veloso, parabenizou toda a Diretoria do Sindilegis pela realização do evento. “Gostaria de elogiar principalmente o Petrus [Elesbão] por ter permanecido até o final de nossas discussões e mostrado real interesse pelas nossas necessidades”, apontou.

O coordenador da Região Norte, Reginaldo Coutinho, também corroborou com a colega e ratificou a importância de se trazer dados e demonstrativos de gastos do Sindilegis, o que vai ao encontro das propostas de campanha da atual Diretoria: “Vocês estão seguindo à risca o lema de ‘Gestão e Transparência’ e, por isso, parabenizo a todos”.


Ver todas as notícias